Negar exame e cirurgia renal leva Hapvida a pagar indenização

Após negar exame e cirurgia renal, o plano de saúde Hapvida foi condenado a pagar mais de R$57 mil para uma usuária.


Segundos os autos do processo que ocorreu na 3ª Vara Cível da Comarca de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, a paciente procurou atendimento hospitalar sentindo fortes dores, onde foi constatado problemas renais e a necessidade de uma cirurgia de urgência. Mesmo assim, o plano negou a realização dos procedimentos.


Sendo assim, a paciente recorreu à justiça requerendo a realização da cirurgia e indenização por danos morais.


Negar exame e cururgia renal

Já o Hapvida alegou que a usuária ainda estava cumprindo carência contratual e por isso pediu a improcedência da ação.


Entretanto, em setembro o juiz concedeu liminar para a realização do procedimento, mas a paciente só foi operada em novembro, sob a justificativa de que não havia solicitação médica.


Ao contrário do que afirma o plano, a carência da paciente já havia sido superada, por se tratar de procedimento de emergência, atestado clinicamente por mais de um profissional da área médica, sendo, inclusive, caso de internação.


Fonte: Endividado


Caso ainda tenha dúvida sobre Danos Morais entre em contato diretamente conosco da Henrique Guimarães Advogados Associados pelo Fale Conosco ou nos ligue.


Envie uma mensagem...