Consumidores são indenizados por atraso de imóveis

Consumidores são indenizados por atraso de imóveis

Consumidores são indenizados por atraso de imóveis do Empreendimento Vila Allegro, localizado na Av. Paralela,…

Consumidores são indenizados por atraso de imóveis do Empreendimento Vila Allegro, localizado na Av. Paralela, Salvador-BA, em sentença inédita na Bahia, foram indenizados pelo atraso na entrega de imóveis em ação patrocinada pelo escritório Henrique Guimarães Advogados Associados.



Transcrição da Entrevista: Consumidores são indenizados por atraso de imóveis

Tempo total da entrevista: 02:09 minutos


Apresentadora: O sonho da casa própria virou dor de cabeça para muitos baianos, hoje teve até protesto em Salvador, famílias que compraram o apartamento e já pagam o condomínio, mas ainda não receberam as chaves. Já outro grupo de consumidores conseguiu receber indenização pelo atraso na entrega dos imóveis.


Entrevistada 1: Moro de aluguel, estou querendo sair do aluguel, louca para estar dentro do que é meu e até hoje.


Repórter: As reclamações são de pessoas que compraram apartamentos e as construtoras não entregaram os imóveis no prazo previsto em contrato. Este grupo deveria receber as chaves dos apartamentos neste condomínio na Avenida Paralela, há mais de dois anos.


Todos fizeram muitos planos, mas as chaves nunca foram entregues.


Entrevistado 2: Prejuízo financeiro e planejamentos que a gente faz para as nossas vidas e tivemos que adiar por causa do atraso da construtora.


Entrevistada 3: Atraso nos projetos de filho, já queria ter filhos e tive que adiar este projeto.


Repórter: Em dezembro de 2009, três moradores do Vila Allegro resolveram entrar na justiça para garantir o pagamento do aluguel por cada mês de atraso. Eles requereram mais ainda, juros de mora e multa, além de indenização por danos morais, eles ganharam a causa e hoje começaram a receber a primeira parte do dinheiro.


Henrique Guimarães: Os consumidores estão recebendo hoje felizes da vida, porque estão mitigando em partes os prejuízos que tiveram e ação ainda vai prosseguir porque tem outras verbas ainda a serem contempladas da ação.


Repórter: Hoje a tarde houve um protesto contra outra construtora, este grupo de pessoas diz que os apartamentos estão prontos, mas as chaves do Reserva Park Residencial ainda não foram entregues.


Entrevistada 4: Estou pagando o condomínio e até o momento eu não tenho a chave do meu apartamento.


Entrevistado 5: Ainda dizem que o apartamento é meu porque estou pagando o condomínio o apartamento é meu e não querem entregar a minha chave.


Apresentadora: A construtora Cyrela disse que está tomando as providencias para resolver o problema da emissão dos contratos dos clientes do Reserva Park Residencial. Já a Gafisa responsável pelo empreendimento Vila Allegro, informou que vai cumprir as condições dos contratos com os clientes.


LINK ORIGINAL BATV: http://migre.me/cky7g


Blog: www.ObrasAtrasadas.com.br


Henrique Guimarães é Advogado, Membro da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-BA (2010-2012), especialista em Direito Imobiliário, Civil e Consumidor, atuante nas áreas do Direito Bancário, Empresarial, Financeiro, família e trabalhista, Professor de pós graduação em DIREITO IMOBILIÁRIO da UNIFACS, autor de diversos artigos, colunista do site BahiaJá, além de diversas entrevistas à Rede Bahia, Rede Record, Rede Band, TVE, Tribuna da Bahia, Rádio Metrópole, Rádio Nova Salvador, Rádio Sociedade, Rádio Cultura entre outras.



Publicado por Henrique Guimarães Advogados Associados

Deixe seu comentário


Envie uma mensagem...